large (26)

eu penso demais. me preocupo demais. com o futuro. tenho 27 anos e todos os meus exames estão normais, mas eu fico pensando que vou morrer cedo ou velha e bem pobre tipo mendiga na rua. medo demais. daí eu lembro que a vida é tipo um videogame meio gozado onde você tenta vencer e vai acabar no game over.

bizarro certo? tipo não importa quem você seja, o que faça, o que junte, você acaba morto. pode parecer chocante, não para mim que ja enterrei metade da minha família. mas para muitas pessoas que as vezes ainda nem experimentaram a morte de perto é chocante.

você pode lutar pela barriga zero, ser a pessoa mais rica do mundo, ganhar um oscar, você ainda vai acabar sete palmos embaixo da terra sendo comido por bichos.

parece filme de terror ou que o texto é negativo mas não é a minha questão. minha questão é mostrar que você vai morrer. tudo vai acabar. então f*dasse o que você faz. você realmente acha que no dia seguinte que você partir dessa pra melhor alguém vai dar bola se você era gorda? provavelmente vai dar pra contar nos dedos de uma mão quem ainda vai falar de você. bem ou mal.

então use a morte como liberação. como mola propulsora pra ser livre, pra fazer o que quiser. ser o que quiser ser. mesmo que a sociedade considere errado. porque nada vai ficar escrito em pedra, ninguém vai lembrar nada.

quando você partir e as pessoas que ainda falarem de você partir, vai ser como se você e eu nunca tivéssemos existidos. e isso é ótimo, porque nunca existir é como ser invisível. e diz oque você faria se fosse invisível? se ninguém pudesse te ver? quem você de fato seria? provavelmente alguém mais leve e mais feliz.

Raquel Link

Advertisements