large (15)

tudo me assusta. o barulho das portas. quando o elevador para do nada. ficar trancada no elevador. a pessoa mal encarada na rua. o vizinho chato. tenho medo também de ficar sem dinheiro e precisar pedir pra os meus pais. afinal não moro mais com eles. ser adulta assusta. tenho medo de virar mendiga. tenho medo da morte. de mais morte. tenho medo desse imprevisível da vida que insiste em ser ruim. tenho medo de não saber do futuro. ou de saber. tenho medo de dar tudo errado e também de dar tudo certo e não ser o que eu queria. eu tenho medo do próprio medo.

e o medo paralisa. é como morrer respirando. é um coma mas ainda assistindo a novela das nove. eu quero fazer as malas e sair correndo. eu quero fugir e ao mesmo tempo quero me encontrar. quem tem medo sempre foge. eu não quero fugir. eu quero me encontrar.

ser exatamente quem você tem que quer. não risca o tem, eu não quero regras. eu quero ser o que eu quiser  ser. ou o que der pra ser. mas isso já é o pessimismo falando. eu não quero ser pessimista. eu quero começar um texto com medo e terminar dizendo que tudo vai dar certo, mesmo que eu ainda não acredite. mas eu quero acreditar.

eu quero acreditar que eu e meu marido vamos ter 3 filhos, eu quero acreditar que um dia os moveis do meu banheiro não vão ser de plastico,eu quero acreditar que eu vou ver a bola de nova  york descer no réveillon na frente dos meus olhos, eu quero acreditar que eu vou dançar com a neve caindo no meu cabelo. eu quero acreditar que tudo pode ser diferente. eu quero acreditar que podemos sair de um buraco e ir pra luz. 

eu quero acreditar. jean paul sartre já dizia ‘ a vida começa no outro lado do desespero’ eu já passei pelo desespero , estou pronta pra começar a vida.

tiffany-and-co-holiday-2010-ad-campaign-291110-1

Raquel Link

Advertisements